Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O PICK NICK, (1ª parte)

por Kok, em 10.11.15

Inicialmente os cágados emergiam de sob as nenúfares inspecionando a lagoa e as redondezas, mantendo as cabeças fixas, bocas entre-abertas e movendo preguiçosamente os olhos, não lhes escapando nada, nem moscas nem mosquitos que por ali voassem desprevenidamente, nem mesmo alguma libelinha que distraidamente pousasse por perto. Eram uns matreiros aqueles cágados.
Nem mesmo uma ou outra pedra que lhes fosse atirada os apanhava desprevenidos pois que mais rapidamente do que a pedra recolhiam as cabeças e desapareciam por largos momentos sob a superfície da água.
Pássaros e outros animais aproveitavam-se da lagoa para beberem ou para se refrescarem em banhos rápidos, numa total despreocupação quando não apareciam caçadores por perto.
Pelas margens, afastados o suficiente para não se incomodarem mutuamente, aconteciam os pick-nick’s onde cobertores improvisavam mesas e sobre os quais eram estendidas as grandes toalhas, normalmente aos quadrados mas também as havia às riscas, cheias de pasteis de bacalhau, arrozes de tomate e pimento, de cabidela, com coelho guizado e até solto para acompanharem carapaus fritos ou frango assado.
À sua volta adultos comendo e bebendo e também resmungando contra as formigas que cada vez apareciam em maior número e não lhes permitiam sossego, enquanto a garotada corria quer perseguindo pássaros, quer borboletas, quer quaisquer outros animais o que provocava gritos e discussões entre os adultos cada vez que alguma dessas correrias passava directamente sobre algum dos cobertores mesa.
Um pouco afastado, um casal de namorados entretinha-se sob uma frondosa árvore aproveitando a sua sombra.
Mais além um barrigudo resfolegava ruidosamente, descansando durante a digestão das pataniscas de bacalhau e da feijoada fortemente regadas com os copos de vinho dum garrafão que jazia, vazio, uns quantos centímetros afastado do cobertor-mesa onde dois carreiros de formigas se atarefavam afanosamente na limpeza das muitas migalhas e restos que por ali havia.
Vendo assim abandonadas as mesas, uns quantos pardais também se deixavam tentar e iam debicando aqui e ali, quer nas migalhas, quer no batalhão de formigas que ainda assim não desistiam dos seus carreiros, em constante actividade.
Junto a um arbusto um movimento acompanhado de um ruído como que de afastar de folhas, denunciava a presença de alguém; pouco depois surgia a cabeleira encaracolada e pintada de loiro de D.Dores, que com movimentos ondulados tentava repor no seu devido lugar as cuecas, a cinta e as calças azuis do fato-de-treino, estas com alguns espinhos agarrados e aquelas húmidas de restos do líquido despejado e que teimosamente acertou nos ténis de marca, onde as manchas eram igualmente reveladoras da acção praticada.
-Raio de ideia de fazer pick-nick’s que tu tens, Alfredo! Vem uma pessoa p’ráqui carregada com esta tralha toda, volta p’racasa outra vez carregada e o pior é que quem tem o trabalho todo sou eu! ‘Inda por cima saio daqui toda mijada e picada dos espinhos; fica sabendo que nunca mais cá venho!
-Grhumpf!, respondeu o Alfredo rodando a barriga para o outro lado e continuando a digestão na fresca sombra daquela bendita árvore, que nem reclamava nem dalí arredava pé.
Azar do caraças; então não é que a bendita árvore era um pinheiro!? Então não é que, talvez por influência da leve brisa, uma pinha se solta do seu galho e em alucinante mergulho vai acertar na cabeça do Alfredo, mal coberta por ralos e desgrenhados cabelos, penteado à tapete, deixando à mostra a sua luzidia careca, agora enfeitada por aquela enorme “pinhoada”?

(continua)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:16


14 comentários

De Janita a 10.11.2015 às 23:15

Oh, Kok,

Esta cena bucólica despertou em mim o desejo de fazer um piquenique, coisa que não acontece há séculos.
Bem sei quer o tempo até está com um ligeiro ar de estio, mas se tivesse sido em Setembro seria melhor.
Ainda bem que este Pick Nick vai ter continuaçõn talvez me traga algum ânimo, mesmo sem comer enchidos nem feijoadas, talvez fizesse como o marido da D. Dores e descansasse à sombra de uma frondosa árvore...sem pinhas!!

Beijokas e sorrisos encantados sem cágados.

De Kok a 23.11.2015 às 18:14

Não sei se a continuaçõn te trará algum ânimo; estou certo, porém, que terás oportunidade de sorrir e talvez alguma solidariedade para com a D. Dores

Beijokas

De DyDa/Flordeliz a 28.11.2015 às 01:09

Olá,
Não sou apreciadora de pick-nick´s.
Não gosto da tralha, não gosto do stress, ou do vou esquecer isto ou aquilo. Não gosto do excesso de comida.
Para o meio do monte, gosto de uma bela sandoka, e pouco mais.

O teu texto parece mais um casamento daqueles que se fazem agora, em que, começa o festejo ao meio dia e termina com o amanhecer, tal a quantidade e exagero de comida que enumeraste - cruzes!!!!
Bem, também não gosto de festas de casamento. Está dito!

Alguém se lembra de levar uma feijoada a um pick-nick? Arroz de tomate?

Não gosto de sentar no chão. Detesto formigas. Não sei fazer xi-xi no monte. Não sei mesmo, fico bloqueada. Comer assim, para mim, é uma enorme (frust...) confusão. Olha Kok, eu até costumo andar pelo monte, mas não com tralha e banquetes.

Beijinho amigo, felicidades e se gostares...bom proveito. Não te invejo.
Já a churrascada na tua cabana de praia, isso sim. Tem encanto.



De Kok a 08.12.2015 às 16:18

pick-niks também não são (como é uso dizer-se) a minha praia.
Mas eu também não sou Alfredo nem de Dores foi baptizada a "paLina".
Mas ainda assim seria gajo para estar presente num desses conbíbios à beira lago num dia de verão, para deglutir uma variedade de cozinhados e acompanhado com um bom vinho tinto.
Aliás, num pick-nick o elemento em destaque deve ser o menú farto e abrangente.
O que desejo é que gostes mais da 2ª parte deste pick-nick apesar de detestares o concreto da coisa.
Beijos e

De DyDa/Flordeliz a 09.12.2015 às 11:36

Onde?

Onde anda a 2ª parte do ato?
Mexe-te.

De Kok a 09.12.2015 às 14:42

A 2ª parte está caminhando para cá.
Mas se me mexer muito não acerto nas teclas desta geringonça e depois escrevo outra coisa.
Está quase, quase, quase a esparramar-se aqui.
Beijinho

De golimix a 03.12.2015 às 10:03

Coitado do Sr. Alfredo!
Quem merecia a pinholada era a D.Dores.

Olha, tive uma ideia! E para a próxima fazermos um pick-nic? Hã?

De Kok a 08.12.2015 às 16:07

Espera... espera porque ainda não sabes o que o Alfredo sofreu...
A D. Dores, coitada, nem gosta de pick-nicks!
Bejix

§- eu aceito fazê-lo, mas onde? nas margens do Tua?

De golimix a 09.12.2015 às 11:20

Na zona verde daqui. Sim é nas margens do Tua. E é bem gira a coisa!

De Kok a 09.12.2015 às 14:45

Fica sabendo que já naveguei nesse Tua passando por de baixo das pontes, pedalando uma "das caravelas" que por aí se alugam.
Foi uma hora bem tranquila.

De golimix a 10.12.2015 às 10:29

Olha eu ainda não naveguei!

De Kok a 11.12.2015 às 11:22

A proximidade tem destas coisas. Quem chega de longe aproveita, que todos os dias assiste, desinteressa-se.
Quantos portuenses subiram a torre dos Clérigos?, por exemplo...
É isso!
Bejix flutuando em sorrisix

De Cris a 17.05.2016 às 16:31

Isto promete sorrisos e uma ou outra gargalhada! Image

De Kok a 20.05.2016 às 11:15

Todas as manifestações de alegria são bem recebidas. Image

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisa

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930




Arquivos

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D